segunda-feira, 8 de março de 2010

À minha mulher


"E da costela que o Senhor tomou do homem formou a mulher; e trouxe-a a Adão" (Gn 2:22)

Tem uma frase famosa de Vinícius de Moraes que diz: "As feias que me desculpem, mas beleza é fundamental". Penso que o (feioso) Vinícius estava se referindo ao padrão de beleza exterior imposto pelo mundo "moderno" ou pelo olhar animalesco do macho. Já eu, prefiro concordar com a máxima do poeta sob o aspecto de verdade que ela contém. Beleza é mesmo fundamental, mas quando vista da maneira certa.

Minha mulher é linda, ALELUIA!!! E eu não seria hipócrita de dizer que não foi seu incrível visual que me chamou atenção. É lógico que foi. Mas - parafrasenado a letra de uma música gospel famosa -, o melhor de Deus ainda estava por vir. Aquela criatura que já me encatava com seu exterior era, aos poucos, lapidada estrategicamente por Deus de forma a se encaixar com perfeição nas minhas imperfeições (que não são poucas). Por outro lado, as imperfeições dela passaram a encaixar como uma luva nas minhas qualidades e o que parecia, aos olhos humanos, impossível, se transformou em bênção, em uma só carne.

Por isso, refaço sem pudores a frase de Vinícius de Morares: "As feias que me desculpem, mas a beleza que vem de Deus é fundamental.

Confesso que quando ia iniciar este post, minha intenção era fazer uma homenagem às mulheres pelo Dia Internacional da Mulher. Mas, só consegui pensar no quanto preciso ignorar o clichê das datas pré-fabricadas para aprender a fazer de todos os dias um dia internacional para minha amada. Por isso, louvo tanto ao Senhor pelo lado dela que se encaixa com minhas imperfeições.

No mundo das verdades ditas, fico com a máxima de Saint-Exupéry: "O essencial é invisível para os olhos".
     

3 comentários:

Dini Kelly disse...

Obrigada meu amor, fiquei sem palavras...

Paola disse...

Que lindo!!! Vocês estão em nossos corações sempre! Um amor eterno em Deus para vocês.

disse...

Parabéns a sua esposa. Paz seja com vcs!

Postar um comentário