terça-feira, 3 de agosto de 2010

“Chaveco santo”


Até tentei ignorar, mas o “profeta” Morris Cerullo não deixou. Desde que fui a um seminário em que ele (Cerullo) era a estrela principal, venho recebendo e-mails do escritório deste cidadão, auto-entitulado “profeta de Deus para o mundo”, solicitando “sementes” (donativos, para ser bem claro) para o seu ministério. Acho que o fato de ter posto o meu endereço eletrônico em um cadastro do referido evento acabou por inserir-me na lista de “parceiros do Cerullo”. Considero este comentário uma resposta ao e-mail.

No seminário do qual participei, em Brasília, anos atrás, o Senhor começou a abrir a minha mente e, ao mesmo tempo, aguçou minha percepção espiritual para o engano da “teologia da prosperidade”. A “pregação” de Cerullo - para mais de 20 mil pessoas na ocasião - foi uma “piada”. Entre elogios a si mesmo, como “profeta usado por Deus para as nações”, ele passou horas repetindo ladainhas do tipo “Deus me revelou que vai liberar uma bênção sem igual para o Brasil. Mas, lembre-se, a Bíblia ensina que temos que dar para receber, e que devemos obedecer o que diz o profeta. Por isso, desafio vocês a darem uma oferta de fé... blá, blá, blá...”.

Pois é, ontem resolvi, por pura curiosidade, ler um dos e-mails do “profeta” enviados a mim (e, logicamente, a milhões de pessoas ao redor do mundo) escrito em inglês. A conversa é sempre a mesma. “Deus me revelou blá, blá, blá...”. A nova “revelação” era mais ou menos a seguinte: “Existem três chaves que você precisa saber para ser abençoado e ter seus problemas resolvidos. A primeira é ‘Jesus abençoou o pão’. A segunda, ‘Jesus multiplicou o pão’. A terceira, ‘Jesus concedeu o pão’. Já dá para ver aonde esse “chaveco” vai dar. Alegando estar seguindo uma orientação do Senhor, Cerullo, sem o menor pudor, pede ao receptor do e-mail que dê uma oferta (não sem antes oferecer três opções de quantia) ao “profeta” (ele), que se compromete a ser um intercessor fiel de seus “parceiros”. E encerra com a seguinte pérola: “O milagre acontece quando você dá”.

Parece brincadeira, mas é isso aí. Um descarado “chaveco santo”. Logo para cima de mim, e justo em dias em que estou lendo um livro intitulado “Paulo – um homem de coragem”, de Charles R. Swindoll, uma verdadeira lapada na “teologia da prosperidade”. Em sua obra, Swindoll fala de outra teologia, a do ESPINHO. Fala de um Deus soberano e justo, e não de um gênio da lâmpada pronto satisfazer os nossos desejos. Fala de um apóstolo que se alegrava na fraqueza e nas dores, porque eram nelas que o poder de Deus se aperfeiçoava nele. Fala das verdades da cruz e da graça. Enquanto isso, Cerullo passeia mundo afora com seu jatinho de US$ 30 milhões, enganando pessoas com distorções escandalosas da Palavra, comercializando o nome de Jesus sem o menor constrangimento. Para cima de mim não, “ungidão”.





8 comentários:

disse...

srrs Mas logo pra cima de ti né? srsr
meu amigo só a graxa!
Eu ja não aguento mais estes pregadores, nem perco meu tempo mais escutando e vendo na tv
acabou minha paciência !

Hélio disse...

precisa de muita grana pro "profeta" sustentar o jatinho, irmão.... bons tempos aqueles em que falsos profetas viajavam no lombo de uma jumenta...

Cadu Saldanha disse...

"Não acumuleis para vós outros tesouros sobre a terra, onde a traça e a ferrugem corroem e onde ladrões escavam e roubam; mas ajuntai para vós outros tesouros no céu, onde traça nem ferrugem corrói, e onde ladrões não escavam, nem roubam; porque, onde está o teu tesouro, aí estará também o teu coração."
Mateus 6.19-21

Também acho um absurdo esse pessoal que trata de "prosperidade" como sinônimo de dinheiro no bolso. Não aguento mais ouvir isso!!!

Tem tanta coisa melhor a se buscar em Jesus, e o pessoal só quer a grana!! Tenho fé que esse negócio de doutrina da "prosperidade" vai cair um dia.

Valeu Irmão!

Clovis Cabalau disse...

Também creio, Cadu. Abraço.

Adriana disse...

Ah ele tá até com uns programas especiais com Silas Malafaia,eu não perco meu tempo assistindo,sei que Deus quer o melhor pra nós,mais ficar falando de prosperidade todo tempo não dá né,o melhor para nós é estar com Deus na eternidade,riquezas do mundo ficarão aqui,o que é nosso está no céu!!
Amo o blog,parabéns!

Selma Lobo disse...

Olá, gostei do site e do texto, vou ficando por aqui tbm...abç

Alberto Couto Filho disse...

Amado Clóvis,
Graça e Paz
Voltei, cheio de vontade de escrever.
Olha só:
Dormi mal na noite passada, quando soube que o "raposão" embusteiro do Morris Cerullo, voltou ao Brasil.
Definitivamente, Deus provou não estar “nem ai” para o camisa 9 da seleção que, absolutamente, nada fez para evitar o retorno antecipado da nossa seleção de futebol. Praguejei-o, não o Luiz Fabiano, mas o farsante Morris, por mais de 9 vezes e, por 9 x 9 vezes, orei para que voltasse, imediatamente à sua toca, quis dizer, pátria.

Rolando na cama, lembro ter sonhado com o JIM BAKKER - lembra dele? Não? pesquise na Web.
Sonhei com o livro que ele escreveu na prisão, cujo título é "I WAS WRONG" (EU ESTAVA ERRADO);

Sonhei com o já decrépito Cerullo, encarcerado em cela especial (ele é Dr), com uma HP 12C, teclando os números 1000, 900 e 610, implorando o perdão de Deus, enquanto escrevia, o que julgo ser, o seu futuro "best-seller": "FORGIVE ME LORD - you are not nine" - (Perdoe-me Senhor - você não tem nada a ver com o nº 9);

Sonhei com o Mike Murdock, o finório “mais sábio do mundo”, numa penitenciária lá do Texas, também em cela especial (Ele também é Dr) , usando uma elegante bota de couro de cobra píton “modelo Valadão” , adquirida em Dallas, escrevendo um novo livro: "THE 1001 KEYS OF REPENTANCE" - (As 1001 chaves do arrependimento), o que poderá, realmente, garantir aquela sua fama de sábio.

Sonhei com o Terra Nova, sem algemas, na prisão, em traje cafona, semi-coberto com um manto cor púrpura, meio acafajestado, escrevendo uma obra literária que poderá redimi-lo das suas charlatanices. Ele já havia escolhido o título: "REGRET I WAS PLAYING POPE", (Eu estava brincando de ser Papa);

Tive um pesadelo com Silas Mallufaia, ainda em liberdade. Ele estava na penitenciária de Bangu, aqui no Rio, de bigode, pregando, ainda, a teologia da prosperidade aos detentos, com uma Biblia do Cerullo às mãos, berrando, como uma gralha com crise renal: Só o dinheiro salva, seus trouxas! Está aqui ó: Jesus tinha tanto dinheiro e lucrava tanto, que empregou 12 administradores para cuidar do seu rentável NEGÓCIO! Aprendam de uma vez por todas: Evangelho é business! E olhando para aquele seu boneco tradutor dizia: Don’t forget that!

Acordei, abruptamente, após outro pesadelo: O "apostu", digo, apóstolo Waldemiro, chegando às vias de fato com o RR Soares. E, em meio à confusão, saindo totalmente do sério, como do seu feitio, urrava: Tio ladrão, tio hipócrita, tio safado, tio covarde, tio mentiroso, tio cara de pau, tio enganador, tio pilantra, tio isso, tio aquilo - Tu roubô o meu horário na Rede TV! Tu sabe bem como eu sô! Eu digo na lata! Não tenho papa na língua! Tu vai vê só! Eu vô ti pegá!

Quase cai da cama. Já acordado, considerei: Senhor, eu não mereço!

Mas, sonhos são sonhos; pesadelos são pesadelos, enquanto a realidade está nos entristecendo.
Levantei-me; Orei ao Senhor; Lavei meu rosto; Fiz a higiene bucal; Cheguei ao meu note, ainda sem o café da manhã, meio sonolento e cliquei no seu blog, para fazer uma higiene mental e me deparei, mais uma vez, com o chaveco santo daquele charlatão, cheio de cirurgia plástica.
Comentei...não suportei e voltei p’ra cama.
Parabéns!
Seu conservo em Cristo
Alberto Couto Filho

Clovis Cabalau disse...

Caro Alberto, que noite, hein?! Mas o que nos consola é saber que as misericórdias do Senhor se renovam a cada manhã. Fica firme e vamos em frente. Eles que se entendam com Jeová.

Postar um comentário