terça-feira, 14 de junho de 2011

Ex-BBB diz que seria hétero, se pudesse

Em um programa da MTV, o deputado federal Jean Wyllys (PSol-RJ) declarou o seguinte: “Se pudesse escolher a minha sexualidade, eu optaria por ser heterossexual”. Foi uma resposta à pergunta do apresentador e humorista Adnet sobre “o que o ex-BBB achava do pensamento de muitas pessoas de que a homossexualidade é uma escolha e não uma característica nata”.

A resposta do parlamentar é no mínimo um contra-senso, vinda de um cidadão que se diz convicto de sua homossexualidade, sendo um dos principais defensores do PL 122 e da causa gay no Congresso Nacional. Penso ser vergonhoso para o “movimento gay” o fato de um de seus “ídolos” afirmar que, se pudesse escolher, não seria quem é.

As palavras do deputado surpreendeu o apresentador da MTV. Adnet quis saber por que o ex-BBB escolheria ser hétero caso lhe fosse dada a opção. A resposta não poderia ser mais óbvia. Ele declarou que escolheria a heterossexualidade para não sofrer as consequências de viver numa sociedade preconceituosa. Perdido em sua suposta intelectualidade, Wyllys parece deitar na fama de defensor dos homo-oprimidos sem se dar conta das bobagens que diz.

É elementar, meu caro Watson: como alguém pode se dizer feliz sendo quem é, ou mesmo defensor de um grupo, se caso houvesse uma chance ele optaria por ser outra pessoa? Em outras palavras, Wyllys se diz alguém que nasceu homossexual e, por isso, não poderia fugir de sua “natureza”, mas o faria se pudesse. Seria, então, o homossexualismo, para ele, uma espécie de prisão, uma pena obrigatória pela “infelicidade” de ter nascido num país homofóbico? Só que ele se trai ao dizer – num claro ataque à opinião de uma parcela enorme da sociedade, nós cristãos em especial -, que sua homossexualidade é um peso para ele, um preço alto a pagar pela impossibilidade de ter uma natureza biologicamente e anatomicamente normal.

Se para Wyllys ser homossexual não é uma questão de escolha e, por isso mesmo, um fardo a carregar, recomendo-lhe as palavras de Jesus registradas em Mateus 11:28, 29: “Vinde a mim todos que estais cansados e oprimidos e eu os aliviarei. Tomai sobre vós o meu jugo e aprendei de mim, porque sou manso e humilde de coração; e achareis descanso para a vossa alma. Porque o meu jugo é suave, e o meu fardo é leve”.

Aprendei de Cristo e conhecerás Aquele que torna o impossível possível ao que crê.

3 comentários:

Brena Oliveira disse...

Excelente postagem Cabalau. Deus abençoe!

disse...

Este cara é digno de pena.E se enrola cada vez mais. Bj!

Clovis Cabalau disse...

Pois é, Rô. Fazer o quê. O cara é o que é (ou não, sei lá). Bom te ver por aqui, serva de Deus.
Brena, valeu a visita. Te vejo no Encontro Jovem. Deus abençoe.

Postar um comentário