terça-feira, 19 de outubro de 2010

"Aborto já"


Nunca o aborto, ou melhor, o discurso contrário a ele, esteve tão em alta no Brasil. No jogo do voto, vale tudo para cativar seguidores, até mesmo a mudança descarada de discurso, com direito a carinha de santo e postura religiosa patética. O cenário que ora se desenha no país me faz lembrar o nefasto jogo do vale-tudo-por-dinheiro que temos visto e ouvido por aí no dito mundo cristão. Vale mudar o discurso, a postura e até mesmo rasgar o currículo, desde que isso garanta mais e mais seguidores e, claro, muita “gaita” no bolso.

Diante do tema do momento, resolvi propor a campanha “Aborto Já”. É claro que o título é uma forma apelativa e sensacionalista de garantir a atenção dos leitores, principalmente os preocupados com os “zilhões” de bebês que podem ter suas vidas abreviadas por um procedimento abortivo. Vale frisar que se trata tão somente de um joguete verbal para falar de um “aborto” que se faz necessário, pela sobrevivência da noiva imaculada de Cristo.
   
Ante à gestação do monstro da prosperidade - estou falando de money, business - que cresce no útero de muitas igrejas, “Aborto Já”. Por uma limpeza espiritual que leve ao resgate do evangelho puro e simples; por uma geração liberta de falsos profetas da barganha, “Aborto Já”. Pela formação de cristãos alicerçados na Palavra e não caçadores de bênçãos, “Aborto Já”. Por uma igreja atuante na área social, na formação de cidadãos decentes, éticos, conscientes, e preocupada com o próximo e não com os próprios interesses, “Aborto Já”.

Contra invencionices “bíblicas” e metas absurdas, como as que têm transformado igrejas em organizações, “Aborto Já”. Ilustro o meu protesto com o depoimento de um amigo goiano, que, estarrecido, contou-me sobre uma das práticas de certa igreja de seu estado. Disse-me ele, com base em fatos, que cada líder de célula tem a função de arrecadar uma determinada quantia mensal de seus liderados e, caso a meta não seja cumprida, ele precisa cobrir o “saldo devedor”. Agindo assim, mostra o quando é comprometido com a “obra” e dotado da visão de vencedor.

 Já tinha ouvido muito caso de desserviço ao evangelho genuíno, mas esse chegou ao patamar dos 10 mais. Por esses e outros seres estranhos que proliferam no organismo da igreja, “Aborto Já”.

Para finalizar, vale um comentário breve sobre o tema que vem “bombando” nos discursos de Dilma Rousseff e José Serra. Como as drogas, não será a garantia de proibição que fará as pessoas deixarem de praticar a violência do aborto. O problema é mais embaixo. E só uma igreja saudável, digna, idônea pode ter moral para combater esses e outros males que desviam o homem dos caminhos do Altíssimo.

7 comentários:

Brena Oliveira disse...

Quando o negócio apertou, eles tiveram que apelar para alguma coisa! Um dia fala que "apoia", outro dia fala que é contra. Sendo o título " Dilma DEFINITIVAMENTE, é contra o aborto". É muita palhaçada mesmo... o que uma pessoa sem caráter não faz pra ganhar votos! A Paz Pr. Clóvis!

Alberto Couto Filho disse...

Pr Clovis,

Que mania tem a Brena de roubar minhas palavras, mesmo antes de comentar!
Tá bem! Ao invés de palhaçada leia-se coisa "ridiculariante"(ridicula + hilariante)e burlesca.
Brena, minha amiga, você se referiu a um palhaço ou a um bando de palhaços? - tudo é palhaçada!
Ao invés de "sem caráter", leia-se "sem vergonha" ou "despudorada".
De resto, o meu comentário é cópia do sincero e lúcido argumento da Brena.
Sei porque vim

Ps VC e a Brena já foram lá em casa para RECORDAR?

Agnaldo Gomes disse...

Na verdade, todos os políticos que não são evangélicos(sem exceção) usam a Igreja em épocas de eleições.

Marina Silva foi a única(e até poderia ter feito) que não usou a Igreja.

O resto está usando a Igreja sem a menor vergonha.

Por isso, voto nulo.

Parabéns pela reflexão e o final do post foi na "veia": ao inves de ficarmos preocupados com quem vai ganhar a eleição, devemos desejar e agir, para que de fato a Igreja evangélica possa transformar a sociedade.

Não por políticos e sim pelo retorno à Palavra de Deus.

Em Cristo,
Agnaldo Gomes

Brena Oliveira disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Brena Oliveira disse...

Caro Alberto Couto Filho,
Gostei do "ridiculariante".rsrsrs. Na próxima vez eu deixo voce fazer o comentário primeiro, pra depois eu fazer o meu, assim não tem como voce roubar as minhas palavras. rsrsrs. Abraço Amigo! Ah, Recordar é viver! :D

Thiago Oliveira disse...

Gostei muito do Texto: aborto já!!!
Queria mostrar o conteúdo do meu blog, tem postagens como "O que na verdade somos?" "Em nome do Pai" e "SEr ou não ser? Quem é Cristão?" Se puder acessar e conferir os conteúdos, até pra me ajudar nos textos, sou mero principiante...
www.batedeiraindustrial.blogspot.com
Lembrando que não é um blog com temática cristã apenas, é um pouco de tudo. Um abraço

Vivi disse...

IMPRÓPRIO PARA MENORES DE 18 ANOS; CENAS CHOCANTES. MOTIVACIONAL A VIDA.

http://www.youtube.com/watch?v=lYsEQ-WaON8

Postar um comentário